Panorâmica insana. (Insana?)

Provavelmente você nem vai ler esse texto. Talvez tenha aberto por engano e vai fechar assim que entender do que ele trata. Porque é assim que funciona, não é? Nesse emaranhado insano de informações rápidas que a internet nos oferece, nesse mundo da maior velocidade possível, nesse momento em que o vídeo substituiu o texto... Continue lendo →

Confie na poeta, leitor!

Entre 1950 e 1997, Hilda Hilst escreveu mais de quarenta exemplares inéditos, dentre os quais obras de poesia, prosa ficcional, peças de teatro e crônicas. Foram quase cinco décadas dedicadas à literatura, as últimas três em sistema de extrema disciplina: reclusa na Casa do Sol, sua propriedade afastada do barulho da cidade, Hilst se entregava... Continue lendo →

Hoje é dia de rock!

Já tratamos disso aqui, mas é tanta gente reclamando, tanta gente se achando dona da verdade – e até pior: tanta gente se achando dona do estilo, ditando regras e tornando a história do rock muito pior, que vamos falar de novo. Embora a galera tradicionalista teime em dizer que o rock morreu, nada podia... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑