O ódio seletivo é a base da intolerância?

E voltamos a falar sobre o ódio, esse sentimento que está tão à tona em todos os cantos. Tudo virou motivo para odiarmos algo ou alguém. Seja um artista que canta músicas das quais não gostamos, seja um gênero cinematográfico, seja uma exposição de arte.

Vivemos entre o fogo e a espada, liberalismo e conservadorismo, esquerda e direita, e estamos tão fechados no fundo das nossas concepções de mundo e nossas ideologias perfeitas, que tudo que não corresponda ao que acreditamos automaticamente está errado. E quem está errado, é meu inimigo. E assim, nos tornamos intolerantes.

Creio que o maior exemplo de toda a intolerância são as recentes manifestações que tiveram início alguns anos atrás. Então vamos lá: você, com todo seu conhecimento empírico, diante dos fatos apresentados a nós por todos os meios de comunicação possíveis, acha que a culpa do rumo catastrófico que o país têm tomado é inteiramente do Partido dos Trabalhadores, também conhecido como PT? Se a sua resposta é sim, você está sendo seletivo.

hymof4Antes de mais nada, quero deixar claro que esse texto NÃO É UMA DEFESA AO PARTIDO DOS TRABALHADORES, longe disso. Mas como uma pessoa que tem algum senso crítico que valha, eu consigo entender que a culpa não é só deles. Todos apontaram o dedo para botar a culpa, pois é o que acreditam ser verdade. Mas, pasmem: eles foram destituídos do poder e nada mudou, ou sequer melhorou. O que só ratifica o que eu acabei de falar. O problema não era só um partido, ou um político, é todo um sistema.

Aí, em meio a tanto alvoroço, aparece uma meia dúzia de pessoas que se utilizam dos mais variados discursos e pronto: pegue aqui o seu político de estimação. E tudo o que for dito contra ele, está errado. Você é que está certo, você e apenas você.

E então, toda essa intolerância se transforma em ódio. Ódio por quem discorda de você. Ódio por quem discorda do seu político de estimação. Ódio por quem defende ideias diferentes das suas. Basicamente, selecionamos o que ou quem odiamos. E não é só na política. Apenas usei o tema como recurso para explicar meu ponto de vista. O mesmo vale para os fãs de rock, por exemplo, que odeiam sertanejo ou pagode ou qualquer outro genêro musical, muitas das vezes, apenas por não ser o som que gostam de ouvir e só conseguem falar que é um lixo, sem um argumento palpável ou racional.

3917993_640px
“Espero que fique claro que aqui não aceitaremos pessoas intolerantes como você”

De qualquer forma, todos estamos sujeitos a sermos um desses intolerantes. E aposto que, de alguma forma, já somos. O questionamento que fica é: o que podemos fazer para que esse tipo de comportamento não aconteça? Ler mais, sermos mais críticos? Acho que tudo depende de como filtramos as informações que lemos sobre tudo. Avaliarmos tudo apenas por um lado da moeda nos torna cegos a todo o restante. Conhecimento, essa é a chave para que possamos ser pessoas melhores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: