A maior lição de Star Wars

Star Wars volta majestosamente para as telas de cinema com Os últimos Jedi, e, apesar de ser um filme que vai num sentido totalmente oposto àquilo que muitos de nós esperávamos (leia nossa crítica sem spoilers), a alma da franquia permanece intacta ali. Com nove filmes lançados, várias animações, HQs, livros e jogos eletrônicos, o que fez com que nos apaixonássemos pela saga, independente de com que idade, certamente é a maneira como os personagens são expostos aos acasos da vida e, mais ainda, a maneira como eles lidam com isso.

Luke Skywalker

Em 1977, conhecemos Luke Skywalker, um jovem comum que tem sua vida virada de cabeça pra baixo ao comprar dois droides e um deles lhe exibir uma mensagem em holograma de uma moça pedindo socorro a Obi-Wan Kenobi. Mais tarde, descobrimos que a moça em questão é a Princesa Leia Organa, irmã gêmea de Luke, e que ambos são filhos daquele que desejavam destruir, Darth Vader, ex-pupilo de Obi-Wan, que se redime ao final de tudo e morre como herói.

Olhando agora para a obra como um todo, é bastante fácil enxergar a linha que cruza a vida de todos os vários personagens apresentados até aqui, mas 40 anos atrás era impossível fazer tal paralelo. Até mesmo porque nem George Lucas, o elenco, o estúdio ou os produtores imaginavam que Uma nova esperança, na época lançado apenas como Star Wars, teria tal recepção por parte do público – aliás, muitos dos envolvidos no filme o apontavam como um fracasso total.

3024824-slide-s-star-wars-16
Bastidores de Uma nova esperança

Star Wars reflete a jornada de George Lucas no cinema, cercada de imprevistos e desastres que, no fim, geraram muitos bons frutos, fazendo com que a franquia, hoje, esteja em praticamente todos os lugares, sendo constantemente referenciada em desenhos, músicas, filmes e séries. Assim como reflete, também, a nossa jornada, cheia de confusão e situações desesperadoras, mas que, em um certo ponto, nos trazem um entendimento muito melhor de quem nós somos – e isso acaba se estendendo às pessoas ao nosso redor.

É difícil pra nós aceitarmos que não temos controle algum sobre o rumo que nossa vida pode tomar e, muitas vezes, pra fugir daquilo que talvez possa acontecer, acabamos por ir ainda mais fundo naquilo que tentamos evitar. Porque tudo o que tiver que acontecer, vai acontecer, e aceitar isso é fundamental para um entendimento melhor de como as coisas são de fato.

Luke foi encontrado pelos droides R2-D2 e C-3PO e não pôde ignorar o pedido de ajuda da moça no holograma. Rey foi encontrada pelo droide BB-8 e por Finn e, mesmo resistente, não pôde evitar se juntar aos dois. Han Solo foi encontrado por Obi-Wan e Luke, que precisavam de uma nave, e só aceitou levá-los aonde queriam ir porque precisava de dinheiro para pagar um dívida. Todos eles foram vítimas do acaso, e todos eles tentaram fugir daquilo que nem sabiam direito o que era.

star-wars-dorce-1
Rey, Finn e BB-8 em O despertar da força

Mas cada um deles foi transformado ao entender que suas vidas realmente só passaram a fazer sentido a partir dali e que tudo o que eles menos queriam era, no fim, aquilo de que mais precisavam. É como diz uma música do Bullet Bane,”na vida, o que você nega vai te dominar. Na vida, o que você aceita vai te transformar”.

E é isso que faz com que amemos Star Wars, com que estejamos na fila do cinema à meia-noite para ver a estreia mesmo que tenhamos que acordar cedo no outro dia. Esses personagens são gente como nós, têm medo do que pode vir a ser, e acompanhar sua jornada e seus desfechos é o que faz com que a vida talvez se torne um fardo um pouquinho menor. Não estamos tão sozinhos, afinal.

Obrigado, George Lucas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: