Especial Oscar: Logan

Com os universos cinematográficos Marvel e DC cada vez mais consolidados, sempre ficamos na expectativa dos filmes que virão a cada ano. Em 2017, tivemos filmes abaixo das expectativas (desculpa, Liga da Justiça, não tem como te defender) e alguns que corresponderam e até ultrapassaram o esperado. Com o fim do ano, dois filmes se destacaram e foram colocados como possíveis indicações em alguma categoria da principal premiação do cinema: Mulher Maravilha e Logan. Mesmo que os dois merecessem, Logan foi o único do gênero de super-heróis indicado pela Academia.

Logan está concorrendo na categoria Melhor Roteiro Adaptado. O incrível trabalho de James Mangold, tanto na direção quanto na roteirização do filme, é justificado já nos primeiros minutos do longa. Diferente de todos os outros filmes solo do herói, há uma perceptível quebra no modo como a história é contada, com muito mais seriedade e violência, o que fez com que o filme fosse classificado como não indicado para menores de 16 anos.logan-photo

Passado no ano de 2029, o cenário desértico nos remete um pouco aos antigos filmes de faroeste. No decorrer do filme, vemos Logan (Hugh Jackman) longe do auge de sua forma. Aqueles acostumados com um Wolverine indestrutível, feroz e pronto para o combate, se deparam com um Logan velho, cansado e doente. Aos poucos, descobrimos a realidade em que vive agora o protagonista. Não existem mais mutantes e nenhum outro nasceu em muito tempo. Restam somente ele, Charles Xavier (Patrick Stewart) e Caliban (Stephen Merchant).

Logan quer salvar Charles, que sofre de uma doença degenerativa que afeta seus poderes. Com a ajuda de Caliban, ambos isolam Xavier para que seus poderes não sejam nocivos para outras pessoas. A trama muda quando Logan é procurado pela enfermeira Gabriela Lopez (Elizabeth Rodriguez) para que ajude a ela e Laura (Dafne Keen) a fugir de seu “namorado”, Donald Pierce (Boyd Hoybrook).

Em Logan, Hugh Jackman colocou um ponto final em suas participações como Wolverine, interpretando-o pela última vez. E fez isso magistralmente. O filme traz as sensações à flor da pele, faz rir nos momentos certos e chorar em outros. Além de Jackman, Patrick Stewart interpreta Charles Xavier de forma perfeita, como nunca imaginaríamos ver a mente mais poderosa do mundo. Não menos importante, Dafne Keen deixa claro toda a força de X-23 logo na primeira cena em que Laura mostra seus poderes.logan-filme-3-1024x576

Logan ser indicado a um prêmio da Academia em uma das principais categorias da premiação é um marco só visto anteriormente quando Heath Ledger ganhou o Oscar por sua atuação em O Cavaleiro das Trevas, dirigido por Christopher Nolan. Indo na contramão da declaração de Jodie Foster, sobre os filmes de super-herói “estarem destruindo a indústria cinematográfica”, a indicação ao Oscar em uma das principais categorias da premiação, só prova que trabalhos do gênero têm seu devido espaço como arte.

Um comentário em “Especial Oscar: Logan

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: